Hackers estão invadindo Webcams e divulgando videos íntimos.

Hackers estão invadindo Webcams e divulgando videos íntimos.

Durante a última conferencia Black Hat realizada semana passada (1-4 de agosto), foi divulgado um relatório de do grupo de direitos Digitais Digital Citizens Alliance, onde informava que através de malware, utilizando técnica de trojan de acesso remoto (Remote Access Trojan-RAT) instalados nos computadores, hackers estão conseguindo acesso remoto e controlando webcans.
O malware é configurado para gravar vídeos usando a webcam, posteriormente esse vídeo é tratado e disponibilizado para sistemas de stream, como por exemplo o Youtube. Desta forma, esses criminosos conseguem reverterem através de likes e visualizações em dinheiro.
Esse tipo de ataque não é recente, em 2013 foi descoberto esse tipo de ataque, conforme o artigo do Arstecnica (http://arstechnica.com/tech-policy/2013/03/rat-breeders-meet-the-men-who-spy-on-women-through-their-webcams/). Na época Jared James Abraham foi preso por tentar extorquir a Miss Teen Estados Unidos Cassidy Wold, utilizando a mesma técnica.
Como se trata de uma técnica que explora vulnerabilidades nas estações, depende muito da consciência do usuário em se proteger, deste modo é necessário manter o sistema operacional sempre atualizado, ter instalado um bom antivírus e com o firewall ativado. Para quem quer ser um pouco paranoico, pode também desligar a webcam do computador e somente utiliza-la quando for necessário.

webcam_paranoico

Foi feito uma recomendação para a Google começar a tratar com mais rigidez as buscas e remoção desses tipos vídeos a fim de preservar as vitimas.